• Vanessa Cioffi

Introversão, timidez e ansiedade social: Qual é a diferença?

Atualizado: Mai 26

Introversão, timidez e ansiedade social são comumente usadas como sinônimos. Até eu cometi o erro de confundi-los no passado. No entanto, existem características muito distintas para cada um e não devem ser confundidos.


Quando você vê alguém evitando uma atividade social, qual é o seu primeiro pensamento que tem? Talvez o motivo pelo qual não queiram se envolver na atividade social não seja bem o que se pensa.


"Um homem tímido sem dúvida teme a atenção de estranhos, mas dificilmente pode se dizer que tem medo deles. Ele pode ser ousado como um herói na batalha e, mesmo assim, não ter autoconfiança em relação a frivolidades na presença de estranhos."

- Charles Darwin -


A introversão, a timidez e a ansiedade social têm seus próprios motivos implícitos para uma pessoa preferir ficar em casa a sair com os amigos.


Compreendendo a introversão, timidez e ansiedade social


Antes de comparar quais são as diferenças, vamos ver o que realmente significa ser introvertido, tímido ou socialmente ansioso.


O que é um introvertido


O significado de introvertido vem da tradução do latim “et intrinsecus”, que significa “voltado para dentro”. Introvertido descreve pessoas que prestam atenção em seus pensamentos e sentimentos internos.


Todo mundo nasce com um temperamento inato, que é a maneira como uma pessoa interage e se comporta com outras pessoas e com seu redor. A introversão prefere ambientes minimamente estimulantes.


Os introvertidos podem processar tudo ao seu redor e prestarão atenção a todos os detalhes sensoriais, não apenas às pessoas. Frequentemente, possuem diálogos ativos consigo mesmos e se sentem energizados ao ler um livro, pensar profundamente ou fazer um diário. Ter conversas profundas é um deleite para introvertidos!


A introversão é um espectro e qualquer pessoa pode experimentar características tanto da introversão quanto da extroversão. A maioria das pessoas não é puramente ou uma ou outra, mas algumas características são mais fortes.


Sinais comuns de introversão


  • Se sente drenado por certas interações sociais;

  • Prefere trabalhar sozinho para que se concentrar na tarefa;

  • Prefere passar tempo com um pequeno grupo de amigos próximos do que com um grande grupo de pessoas;

  • Costuma sonhar acordado, deixando sua mente vaguear;

  • Prefere se expressar escrevendo ao invés de falando;

  • Busca significado em seus relacionamentos e interesses.


O que causa introversão


A introversão é um temperamento inato com o qual você nasce. No entanto, o grau que é introvertido pode ser influenciado pelo modo como foi criado e por outros inúmeros fatores ambientais, como local que nasceu, cultura, religião, situação socioeconômica, regras, crenças etc.


Uma das maiores diferenças que é sensibilidade do introvertido à dopamina, que é um neurotransmissor que atua em diversas regiões do cérebro e sua ação influencia as emoções, aprendizado, humor e atenção. O cérebro dos introvertidos é muito menos movidos pelo sentimento de recompensa que a dopamina causa do que o cérebro dos extrovertidos.


Esta sensibilidade à dopamina é determinada pela genética e um exemplo de como nosso DNA desempenha um papel em nossa personalidade.


O que é timidez


Timidez é uma sensação de nervosismo ou desconforto, geralmente causado pelo medo de situações sociais. A timidez está frequentemente associada à baixa autoestima e é caracterizada por:


  • Excessivamente autoconsciente;

  • Auto crítica negativa e severa;

  • Auto preocupação destrutiva.


As pessoas podem se sentir tímidas em novas situações, como estar entre estranhos e até mesmo se aproximar ou ser abordado por alguém.


Sinais Comuns de Timidez


  • Sentimentos negativos sobre si mesmos;

  • Preocupações sobre como os outros o veem;

  • Prefere ir embora de algum local ou evitar interações sociais;

  • Ruborização;

  • Sudorese excessiva;

  • Batimento cardíaco acelerado;

  • Dor de estômago.


O que causa timidez


Todas as três características de timidez mencionadas acima exigem um senso de identidade. O senso de identidade não começa a se desenvolver até a idade de 18 meses, o que sugere que ninguém nasce com timidez.


A timidez é impulsionada por influências biológicas e ambientais. Pesquisas mostram que a timidez é influenciada por experiências sociais, especialmente aquelas com seus pais.


Por exemplo, pais que são super protetores podem fazer com que os filhos sejam tímidos e que tenham dificuldade em desenvolver habilidades sociais.


O que é ansiedade social


A ansiedade social, quando descontrolada, é um dos cinco principais tipos de transtornos de ansiedade. Saliento aqui que ansiedade é da natureza do cérebro e ela que nos fez chegar até aqui na história, pois a ansiedade é como um mecanismo de alerta do nosso cérebro para nos manter vivos. O problema é quando essa ansiedade se descontrola e impede de viver com planitude.


Portanto, o Transtorno de Ansiedade Social é um medo ou apreensão EXCESSIVO sobre interações sociais ou situações que a pessoa terá seu desempenho analisado, como:


  • Falar em público;

  • Participar de reuniões ou aulas;

  • Conhecer pessoas novas;

  • Ir a eventos ou atividades sociais;

  • Falar ao telefone;

  • Expressar opiniões.


O transtorno de ansiedade social ocorre quando a pessoa é exposta a julgamento, posta a prova ou possa ser rejeitada em uma situação social ou de avaliação.


Sinais e sintomas comuns de transtorno de ansiedade social


  • Sentimentos de humilhação ou constrangimento;

  • Medo de interagir com estranhos;

  • Analisa demais seu desempenho;

  • Evita situações nas quais pode ser o centro das atenções;

  • Ruborização;

  • Frequência cardíaca extremamente acelerada;

  • Tremedeira;

  • Tontura;

  • Dor de estômago;

  • Pânico.


Diferença entre timidez e ansiedade social


Embora os sintomas de ambos sejam muito semelhantes, a principal diferença entre timidez e ansiedade social são:


  • Intensidade do medo e ansiedade;

  • Comprometimento do funcionamento da rotina e vida;

  • Nível de evitar situações sociais.


Geralmente, as pessoas com timidez apresentam menor gravidade dos sintomas. A maioria não experimenta nenhuma interrupção em sua vida diária em comparação com pessoas com transtorno de ansiedade social. Evitar atividades sociais também é muito menos comum entre os tímidos.


Embora a maioria das pessoas com ansiedade social experimente sintomas de timidez, ser tímido não significa que você tem e nem que terá transtorno de ansiedade social. Menos de 25% dos indivíduos tímidos apresentam sintomas que atendem aos critérios para diagnóstico de transtorno de ansiedade social.


O que causa o transtorno de ansiedade social


Assim como a timidez, o transtorno de ansiedade social não é algo que nasce com alguém. No entanto, a genética pode influenciar o desenvolvimento ou não. Também pode ser causada por fatores ambientais, como as interações sociais durante os anos de desenvolvimento. As pessoas correm mais risco de desenvolver ansiedade social em ambientes controladores e/ou super protetores.


Ter transtorno de ansiedade social também pode estar relacionado a uma história de abuso, bullying ou conflito familiar. Essas experiências negativas em combinação com fatores genéticos e ambientais podem fazer com que alguém desenvolva o transtorno.


Apenas um profissional qualificado poderá diagnosticar um transtorno mental. Portanto, caso se identifique com os sinais e sintomas comuns não se auto diagnostique e nem se rotule. Procure um profissional imediatamente para que te ajude!


Agora que entendemos as diferenças entre introversão, timidez e transtorno de ansiedade social, podemos entender melhor o que exatamente vivenciamos.


Esse artigo ajudou ? Deixe seu comentário, dúvidas e acesse mais temas relevantes no meu site e nas minhas redes sociais.


Quer conhecer mais sobre Perfil Comportamental? Clique aqui.


Acompanhe Vanessa Cioffi no LinkedIn e Instagram





32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo