• José Roberto

Conceitos para Terapia Holística: Ciclo de Sofrimento




Toda prática, no sentido de ação, tem um formato que estrutura ela como tal. Podemos pensar que, em primeiro lugar, vem o que se pode chamar de “orientação filosófica”, seguida da metodologia que dá o funcionamento para a mesma, depois temos as técnicas e ferramentas de intervenção que a compõem e, por fim, vem a prática propriamente dita. Para chegar até a prática pressupõe-se que uma “formação” deve ter sido alcançada anteriormente, formação essa que costuma ser abrangente, recheada de conceitos, de valores e, algumas vezes, de protocolos que são decorrentes da experiência prática; esse é o “teste lógico” que delimita as áreas nas quais a prática vai atuar. Dito isso e delimitado nosso espaço, vamos falar brevemente sobre um conceito que pode ser absorvido e abordado na prática terapêutica holística, o Ciclo de Sofrimento.

O Ciclo de Sofrimento é um comportamento que se retroalimenta e prende aquele que está dentro dele em um movimento de angústia e sofrimento recorrentes. Cada um de nós tem seu próprio ciclo, com suas próprias características, ritmo e movimento. Vale observar que todo Ciclo de Sofrimento tem apenas uma função: nos manter entorpecidos sobre nós mesmos dentro de uma zona de conforto agradável, que nos traga segurança para lidar com as coisas de formas que já conhecemos. Assim, quando o ciclo entra em ação e começa a operar, ele trará as suas sombras interiores para você conversar...



- Nossas “sombras” são nossas dores, nossos defeitos e as coisas com as quais não podemos lidar em qualquer época de nossas vidas, elas aparecem consciente ou inconscientemente de forma ramificada em nossa história pessoal e orientam algumas formas de se comportar. As “sombras” podem também serem chamadas de “corpo de dor”. –




...e caso você esteja olhando sem consciência do que está acontecendo, você se identificará como sendo a dor que as sombras trazem, isso confunde, desestabiliza e impede que possamos dar um passo se quer em qualquer direção, independente da questão que esteja enfrentando que serviu como gatilho para que seu ciclo começasse a funcionar...


- O gatilho pode ser qualquer coisa que te transporte do presente, para vivenciar ou reviver algo em um passado distante, ou poderá ser um futuro indesejado. O gatilho, dispara um sentimento oculto através de uma ação que varia desde um “bom dia” simpático do seu vizinho, até uma briga com alguém no seu trabalho. –


...a grande sacada aqui é sair pela tangente do seu próprio Ciclo de Sofrimento; daí temos algumas coisas para observar: primeiro, tomar consciência do ciclo de sofrimento, segundo, se fortalecer em relação a ele, terceiro, aprender a manter a serenidade na relação com ele e, por fim, tomar a decisão de dar um passo para fora dele. Essas coisas não vêm necessariamente nessa ordem e para ajudar a lidar com isso é que a abordagem terapêutica holística pode atuar de forma potente.

Uma abordagem terapeuta holística têm a capacidade de, no decorrer do processo, trabalhar todas as esferas do ser humano e suas correlacionadas: corpo, mente e espírito. Por isso, é importante encontrar um profissional que tenha condição de abordar a questão da melhor forma para o seu o caso...



- Às vezes até mais de um profissional, dependendo das suas questões e do que aparecer para você no processo de investigação. É importante encontrar alguém com quem você sinta identidade e que apresente formas de diagnosticar sua questão eficientemente, isso só o tempo e um trabalho dedicado de ambas as partes pode trazer. Lembre-se sempre que uma prática não exclui a outra, não é por que você está fazendo Reiki e vê melhora, que precisa parar de se consultar com seu médico por exemplo. –


...pensando nisso, na busca de consciência do seu próprio Ciclo de Sofrimento, a terapêutica holística proporciona amplas ferramentas para trabalhar o autoconhecimento. Através do exercício do autoconhecer-se, busca-se trabalhar a expansão da consciência do indivíduo aparamentando-o para enxergar as peculiaridades, o funcionamento e características únicas de seu próprio ciclo: “Como é que eu acabo entrando e me mantenho nesse Ciclo de Sofrimento?”. No quesito fortalecimento o maior diferencial é que, quem opta por uma abordagem holística leva também em consideração a composição espiritual do indivíduo, assim dentro do processo existe a possibilidade de se trabalhar com técnicas energéticas para ir se equilibrando a energia sutil do corpo. A energia sutil equilibrada proporciona bem-estar emocional, sensação de leveza, de aumento de foco e concentração, equilíbrio mental, disposição física entre outras coisas. Com equilíbrio e balanço interior, vem a capacidade de se manter sereno frente às dificuldades e, consequentemente, em lidar consigo mesmo e com suas sombras de forma mais carinhosa e acolhedora – ajuda no desenvolver do amor próprio. Com isso, escolher qual é o próximo passo torna-se natural, nesse ponto é importante trabalhar a culpa em relação àquilo que se quer escolher . Dessa forma o Ciclo de Sofrimento dá lugar ao Ciclo de Expansão de consciência do indivíduo.

Para finalizar cabe apontar que o “Ciclo de Sofrimento” é apenas um nome para se falar de um comportamento específico, existem muitos nomes para falar dessa forma de se comportar, formas de abordar em diversas áreas da saúde e de lidar com ele. Vale ressaltar também que esse ciclo não opera de forma linear, então não se culpe e não se preocupe! No decorrer de um processo de recuperação desse ciclo, muitas vezes ainda irá se agir dentro dele mesmo quando tudo parecer que foi resolvido - faz parte do movimento de recuperação, é preciso continuar investindo em si, um dia de cada vez, com calma e carinho. Por isso é tão importante se fortalecer para que a cada queda, poder levantar-se de novo e de novo. Trabalhar nesse ciclo traz a nossa coragem de volta nos empodera, pode nos mostrar nossa força e guerreiro interior. Com o passar do tempo, a cada entender, a saída pela tangente deste ciclo vai passar cada vez mais perto à sua frente – ter a escolha de permanecer com consciência nisto ou seguir em frente, é um verdadeiro superpoder pessoal que vai transformar toda sua vida.



18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo